Gestão de Pessoas

10 principais benefícios oferecidos pelas empresas aos trabalhadores

benefícios
Escrito por Eusebio Garcia

Os benefícios oferecidos aos trabalhadores são fundamentais na estratégia de gestão de pessoas e são diferenciais para o sucesso da empresa.

Já faz um bom tempo que as pessoas buscam em um emprego mais do que apenas uma remuneração adequada ou acima da média do mercado.

Atualmente é fundamental que as empresas conheçam e saibam implementar os principais tipos de benefícios oferecidos pelas empresas.

Se por um lado o profissional se tornou mais exigente, por outro as organizações também passaram a entender as vantagens alcançadas ao investir na qualidade de vida e bem-estar do colaborador, já que isso significa um aumento de produtividade.

Por isso, neste post vamos conhecer os principais tipos de benefícios oferecidos pelas empresas e quais as vantagens de adotá-los. Continue a leitura!

Quais as vantagens de oferecer benefícios aos trabalhadores?

É inegável para qualquer bom gestor de pessoas que há impactos positivos em contar com uma equipe motivada e satisfeita com seu ambiente de trabalho.

Um colaborador que tem boa relação com a empresa se engaja mais e se dedica com maior afinco para atingir suas metas e objetivos, buscando o sucesso da organização.

Pesquisas mostram que um funcionário engajado é 79% mais produtivo e 45% mais lucrativo em comparação aos colaboradores desengajados.

Quais são os tipos de benefícios oferecidos pelas empresas?

De acordo com a legislação vigente, existem benefícios que as empresas devem fornecer obrigatoriamente, enquanto outros são opcionais.

São obrigatórios:

  • Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS);
  • vale-transporte (em caso específico que será descrito adiante);
  • férias;
  • décimo terceiro salário.

Todos os outros benefícios, como assistência médica, vale-alimentação e auxílio-creche, são opcionais e, por isso, a empresa decide se vai oferecê-los aos seus funcionários ou não.

A empresa tem autonomia inclusive para decidir oferecer diferentes benefícios aos seus colaboradores e montar as políticas de benefícios mais adequadas a seu negocio e a seu budget.

Os benefícios oferecidos podem ser monetários e não monetários.

Privilégios como gratificações financeiras, planos de empréstimo e complementações de salário são benefícios monetários, caracterizados por serem concedidos em dinheiro. Já vantagens como assistência médica, seguro de vida, odontológico, consultorias, aconselhamentos e transporte são os não monetários.

Neste post, separamos dez benefícios principais para sua empresa oferecer aos colaboradores. Vamos a eles!

1. Vale-transporte

Fornecer vale-transporte é obrigação da empresa sempre que o colaborador tiver de gastar mais do que 6% do seu salário com despesas de locomoção da ida e volta do trabalho.

Segundo descrito na Lei 7.418, de 16 de dezembro de 1985, o empregador deve pagar a parte referente aos gastos de transporte do colaborador que excederem 6% de seu salário. O restante dos gastos com transporte ainda deve ser pago pelo empregado.

Ainda assim, a empresa pode oferecer vale-transporte integral de forma facultativa. Uma alternativa ao vale-transporte é prover um meio de locomoção fretado para o deslocamento dos funcionários.

2. Vale-refeição e vale-alimentação

Assim como o vale-transporte, o vale-refeição e o vale-alimentação são alguns dos benefícios mais comuns nas empresas.

Apesar de a concessão do vale-refeição ser mais comum, muitas organizações ainda oferecem refeições na própria instituição por meio de refeitórios.

Quando geridos adequadamente, os refeitórios também podem representar um estreitamento benéfico entre a empresa e seus colaboradores. Por meio de refeitórios, é possível disponibilizar refeições saudáveis e nutritivas. Assim, a organização incentiva os funcionários a adotarem hábitos alimentares saudáveis e colabora para que tenham menos problemas de saúde.

3. Seguro saúde ou plano de saúde

Oferecer boa assistência médico-hospitalar é um diferencial importante para a captação e retenção de bons profissionais, uma vez que é um benefício que diz respeito à saúde e à segurança do colaborador e de seus familiares.

Tanto o modelo de benefício de plano de saúde quanto seguro saúde são fiscalizados pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). A ANS é vinculada ao Ministério de Saúde e foi criada pela Lei 9.961/00.

Existem planos e seguros de vários tipos, que abrangem diferentes procedimentos e recursos. Geralmente, são ofertados cinco tipos: Ambulatorial, Hospitalar, Hospitalar com Obstetrícia, Odontológico e Referência (normalmente inclui todos os tipos, sendo facultativo o plano odontológico).

4. Plano odontológico

Vale um destaque à parte para o plano odontológico. Ele tem um custo bem menor do que os planos de saúde, tanto para a empresa quanto para o funcionário, ao mesmo tempo em que oferece um benefício importante, e é muito valorizado pelos colaboradores devido ao elevado custo do tratamento particular.

Assim, é comum que as pessoas descuidem do tratamento odontológico, o que pode gerar diversos outros problemas de saúde e, logo, faltas no trabalho, redução da produtividade e doenças sistêmicas que agravam a sinistralidade do plano de saúde da empresa, tendendo a reajustes mais elevados.

5. Programas de auxílio à família

Provavelmente não há nada na vida de uma pessoa que seja mais importante do que seus filhos. Nem o trabalho. Aliás, muitas vezes o trabalho é a principal forma de prover uma vida digna para os filhos.

Dessa forma, várias organizações já perceberam a necessidade de garantir assistência para mulheres e homens que tenham filhos. Isso tem impacto direto na satisfação dos colaboradores e no seu desempenho, uma vez que, sabendo que seus filhos estão amparados, o funcionário tem muito mais tranquilidade para trabalhar.

Entre os tipos de benefícios que cumprem esse papel, pode-se destacar a oferta de creche e berçário gratuitamente ou com desconto. Outras iniciativas que se encaixam nessa categoria são a concessão de um período maior de licença-paternidade do que o exigido por lei, que é de apenas cinco dias corridos, e de alguma flexibilidade de horário para mães que amamentam.

Ao garantir apoio aos pais, evitam-se pedidos de desligamento ao retornar da licença-maternidade, por falta de tempo para trabalhar e cuidar da família.

6. Seguro de vida empresarial

A ideia do seguro de vida empresarial segue a mesma linha do plano de saúde e dos programas de auxílio à família. Ele dá ao colaborador a tranquilidade de saber que seus familiares ficarão amparados caso ele faleça.

O seguro de vida empresarial — ou seguro de vida em grupo — cobre o risco de morte, de invalidez permanente e/ou de sobrevivência a acidente, por meio do pagamento de um valor aos beneficiários, que são apontados pelo colaborador.

Para a empresa, vale destacar que o custo de vida por funcionário é menor quanto maior for o número de colaboradores da organização. Outra vantagem é que o seguro de vida empresarial tem isenção de imposto de renda para as companhias que optam pela tributação do lucro real.

7. Plano de previdência privada

Sabemos que o brasileiro, de forma geral, é pouco habituado a poupar. Esse, aliás, é um dos motivos pelos quais foram criados o FGTS e a previdência oficial, como uma maneira de evitar que as pessoas fiquem totalmente desamparadas quando param de trabalhar.

No entanto, os valores pagos pela previdência oficial são baixos e, com a reforma prevista, os benefícios tendem a ficar cada vez mais restritos. Assim, oferecer um plano de previdência privada para o funcionário, em que ele contribui com uma parte do valor e a empresa com outra, é uma forma de ajudá-lo a ter disciplina para poupar.

Além disso, é um instrumento importante de retenção de talentos e de redução do turnover. Isso porque é possível estabelecer que o funcionário só tenha direito à parcela que ela depositou depois de um determinado tempo de empresa. Assim, é um incentivo para que o colaborador permaneça na companhia.

8. Descontos na empresa

Dependendo do tipo de empreendimento e seu setor, é possível conceder descontos para os funcionários na contratação de serviços ou compra de produtos. Além disso, é comum realizar parcerias com outras instituições que ofereçam descontos aos colaboradores.

Um bom exemplo dessa prática é combinar descontos para os empregados em um restaurante próximo à empresa, considerando que eles costumam ou podem almoçar frequentemente lá. Outras situações bastante comuns são os acordos para descontos em academias de ginástica e cursos de idiomas.

Vale notar que, nos três exemplos citados acima, existe uma relação do benefício com a saúde e o bem-estar do colaborador ou com o seu desenvolvimento profissional. Dessa forma, traz vantagens tanto para o funcionário quanto para a empresa, que tem uma equipe mais saudável e, portanto, mais disposta, que falta menos, além de ser mais qualificada.

9. Incentivos à carreira

Incentivar o desenvolvimento profissional dos colaboradores é uma maneira de a empresa mostrar seu reconhecimento aos profissionais e trazer vantagem competitiva para a organização.

É possível beneficiar a carreira dos funcionários por meio de iniciativas como a implementação de um programa de mentores, oferta de treinamentos e financiamento de bolsas de estudo. Além disso, várias instituições já oferecem incentivos a projetos pessoais dos colaboradores, facilitando investimentos e separando um tempo da própria jornada de trabalho para os funcionários dedicarem aos seus projetos.

10. Investimentos em lazer

Apostar na recreação é uma forma prática de melhorar as relações entre empregados e organizações. Seja por meio de convênios com clubes ou ofertando um clube próprio da empresa para funcionários e familiares, investir em lazer é auxiliar na qualidade de vida dos colaboradores.

Além dessas ações, é possível realizar mudanças pequenas, mas cotidianas, como a oferta de lanches gratuitamente para os colaboradores.

Na mesma linha recreativa estão ações como disponibilizar uma sala de jogos dentro da companhia, para os momentos de pausa no trabalho.

Contar com colaboradores motivados, engajados e satisfeitos é um privilégio para qualquer negócio. Por isso, é essencial conhecer os principais tipos de benefícios oferecidos pelas empresas, suas vantagens e como aplicar cada um deles.

Nosso artigo esclareceu suas dúvidas as vantagens dos benefícios?

Quer incrementar a cesta de benefícios da sua empresa? Fale com a gente!

Aproveite para continuar a leitura sobre o assunto e saber quais seguros as empresas podem oferecer aos funcionários como benefício!

Powered by Rock Convert

Sobre o autor

Eusebio Garcia

Deixar comentário.

Share This