Gestão de Pessoas

5 perguntas e respostas sobre o seguro-saúde empresarial

seguro-saúde empresarial
Escrito por Eusebio Garcia

Entenda a importância do seguro-saúde empresarial na sua estratégia de gestão de pessoas.

Oferecer um pacote de benefícios é uma das melhores maneiras de reter os talentos e melhorar os resultados da empresa.

O seguro-saúde empresarial é uma vantagem comum para os funcionários, que têm as suas despesas médicas cobertas pela seguradora e podem acessar uma lista de serviços com direito a reembolso de livre escolha.

A sua principal vantagem é garantir o bem-estar dos funcionários, o que diminui a frequência de faltas, presenteísmo e licenças por problemas de saúde. Como esse é um benefício que praticamente todas as empresas oferecem, é importante conhecer melhor as suas regras e como ele pode ser utilizado.

Separamos as principais informações sobre esse tipo de seguro para você conhecer melhor e ter a oportunidade de implementar na sua empresa. Continue a leitura!

1. O que é o seguro-saúde empresarial?

O seguro-saúde empresarial é a cobertura de despesas médicas e hospitalares dos colaboradores que têm vínculo empregatício com a empresa. Ele é oferecido pela maioria das organizações como um benefício e cobre os custos de consultas, exames, terapias, cirurgias e internações.

É comum a confusão entre o seguro-saúde e o plano de saúde tradicional. A ANS não diferencia os dois, mas, na prática, eles funcionam de forma diferente. Em geral, o seguro-saúde utiliza o reembolso, ou seja, o usuário paga as despesas médicas e envia o comprovante para receber o valor de volta.

No plano de saúde, essa prática é rara e têm valores mais limitados para utilização de reembolso. Esta modalidade, as consultas, exames, terapias e intermações clinicas ou cirúrgicas, ele deve utilizar preferencialmente a rede credenciada do plano. Esta rede pode ser própria ou serviços credenciados.

No seguro-saúde, o cliente recebe uma rede referenciada da empresa, na qual ele pode ser atendido sem a necessidade de solicitar posteriormente o reembolso. Porém, caso ele prefira consultar profissionais que não estejam nessa lista, ele tem o direito de solicitar o reembolso — desde que respeite os limites contratados no seguro.

2. Quais são as características desse seguro?

Uma característica do seguro-saúde empresarial é que, em empresas com mais de 30 participantes, o funcionário que aderir ao plano em até 30 dias da assinatura do contrato não precisa cumprir a carência. Para as empresas com 29 ou menos participantes, a operadora exigir o cumprimento de carência, porem, se a empresa estiver trocando a seguradora pode haver a compra das carências sob analise.

Não existe compra de carência para parto e doenças pre-existentes para contratos com menos de 30 beneficiários.

Um ponto interessante é que, além dos colaboradores, os seus familiares até o terceiro grau de parentesco consanguíneo, até o segundo grau por afinidade, cônjuges e companheiros também podem aderir ao seguro. Porém, é importante consultar as regras definidas entre a empresa e a seguradora.

Também podem participar do seguro-saúde empresarial os funcionários contributários que foram demitidos sem justa causa, aposentados, em contrato temporário, prestadores pessoa jurídica, estagiários e sócios.

Se o plano for de adesão coletiva, o beneficiário precisa estar vinculado a alguém com registro em sindicatos, conselhos profissionais, entidades de classe ou outros órgãos com as mesmas características.

3. Quais as vantagens do seguro-saúde empresarial?

A criação de uma política de benefícios na empresa tem relação direta com os seus resultados financeiros.

Ao oferecer essas vantagens para os colaboradores, as empresas aumentam as chances de atrair bons profissionais e reter os talentos, o que melhora o capital humano e, consequentemente, o rendimento de toda a equipe.

Um dos indicadores que o RH precisa acompanhar é o absenteísmo, que indica a taxa de faltas ou de atrasos dos funcionários que não sejam por motivos de doença ou licença. Uma das formas de combater isso é oferecer benefícios que estimulem o cuidado com a saúde, além de medidas para promover um bom ambiente.

Outro indicador a ser acompanhando pelo RH é o presenteísmo, fenômeno de se estar de corpo presente no ambiente de trabalho, mas, por vários motivos o profissional não tem produtividade. Ou seja, o indivíduo está fisicamente presente na empresa mas a mente não está. Isso eleva os índices de acidente de trabalho. 

Para o colaborador, o seguro-saúde é fundamental para que ele cuide melhor da sua saúde. Com a cobertura de exames e consultas, por exemplo, ele é incentivado a procurar regularmente um médico para avaliar as suas condições físicas, algo que impacta positivamente na sua produção e na sua frequência no trabalho.

Outra vantagem do seguro-saúde é a liberdade de escolha do usuário. Como ele não precisa utilizar a rede credenciada do plano, é possível evitar filas e escolher profissionais com mais disponibilidade de horário. Isso diminui o tempo perdido em filas e também aqueles atrasos por conta de exames.

4. Como funciona o seguro?

O seguro-saúde empresarial tem o funcionamento parecido com o plano de saúde. A diferença é que, em vez da rede credenciada, o colaborador tem acesso a uma rede referenciada, ou seja, indicação de profissionais que recebem as consultas diretamente da empresa, mas pode optar por outros lugares e ter os valores reembolsados.

Algumas empresas oferecem o seguro saúde com coparticipação do colaborador no pagamento dos procedimentos. Não existe uma regra específica que limite esse percentual, mas o entendimento da ANS é que não ultrapasse os 30%. A decisão da contribuição cabe ao RH, já que tem organizações que optam por oferecer 100% do preço do plano e isso proporciona benefício para a empresa.

5. Como escolher a melhor empresa para contratar o seguro?

Na hora de contratar um plano de seguro-saúde empresarial, é importante prestar atenção em alguns detalhes. O primeiro deles é conhecer a reputação da seguradora, o que pode ser feito com a ajuda de um corretor de seguros habilitado pela SUSEP.

Uma dica é entender as necessidades e perfil dos funcionários para procurar aquela seguradora com o melhor custo-benefício. O valor final para a empresa varia conforme as vantagens inseridas no plano, ou seja, para encontrar o plano ideal é importante saber quais benefícios as pessoas usam com mais regularidade.

Na formulação do contrato, confirme o período de carência para os funcionários. Em geral, ele varia para cada tipo de atendimento — consultas têm um prazo menor, enquanto os partos e cirurgias são maiores. Essas informações precisam ser claras e também passadas corretamente aos colaboradores.

Oferecer o seguro-saúde empresarial é fundamental para aumentar a satisfação dos colaboradores e melhorar a sua produtividade. Apesar de representar um custo para a empresa, esse benefício traz diversas vantagens no ambiente organizacional, como o aumento do bem-estar e da participação e pode ser um impacto positivo na parte financeira.

A Alliate é uma corretora de seguros que oferece diversas soluções para as empresas e atua na gestão do beneficio orientando e absorvendo as rotinas operacionais do RH para que a área de Recursos Humanos foque no estratégico.

Entre em contato conosco e saiba como nós podemos ajudar na implementação ou substituição do seguro saúde empresarial da sua empresa!

Sobre o autor

Eusebio Garcia

Deixar comentário.

Share This