Gestão de Pessoas

Qual o impacto da pandemia no clima organizacional nas empresas?

clima organizacional
Escrito por Eusebio Garcia

A pandemia do coronavírus pegou todos de surpresa. Mesmo já sabendo da grande possibilidade do vírus atingir o Brasil, quando isso aconteceu, diversos problemas vieram em conjunto. Entre eles, podemos destacar a dificuldades com o clima organizacional nas empresas.

Neste artigo, mostraremos os impactos gerados nesse aspecto e o que os empresários devem fazer para reduzir cada um deles. Acompanhe-nos nesta breve leitura!

Panorama do coronavírus no Brasil

A notícia sobre o surgimento do novo coronavírus impactou o mundo entre o final de 2019 e início de 2020. Depois de atingir dezenas de países ao redor do globo o vírus chegou ao Brasil no final do mês de fevereiro.

Atualmente, o país já rompeu a barreira dos um milhão de casos confirmados e superou o terrível número de 70 mil pessoas que perderam a sua vida decorrente da doença em julho de 2020 conforme informações do Ministério da Saúde. Como se essa situação já não fosse bastante preocupante, ainda não se tem certeza sobre um tratamento eficiente, tão pouco uma vacina que resolva o problema — até o momento em que este artigo foi publicado.

As mudanças no clima organizacional nas empresas

Em meio a todos esses problemas causados pelo isolamento social — necessário para evitar a propagação do vírus — encontram-se os empresários, cheios de dúvidas e dificuldades para enfrentar esse momento tão complexo. Um dos desafios que chega até eles são as mudanças no clima organizacional nas empresas.

A partir desses acontecimentos, houve a redução da presença física dos colaboradores em muitos empresas brasileiras, dificultando a gestão de pessoas e prejudicando o relacionamento entre os funcionários e lideranças do negócio em si.

Essa grande mudança no formato do trabalho gerará impactos durante a pandemia e pode vir a ocasionar prejuízos após ela, tendo em vista que colaboradores precisarão de um tempo específico para se acostumarem com as novas rotinas de trabalho. O chamado “novo normal”.

As ações que os empresários e lideranças devem tomar

Precisamos deixar bem esclarecido que tudo vai mudar a partir do que estamos vivenciando. As relações pessoais e o mundo não serão mais os mesmos. Empresários e as lideranças precisarão adotar algumas ações para melhorar o clima organizacional para manter o negócio e conseguir superar o momento de crise.

Uma das formas de fazer isso é apostar no trabalho home office e a utilização das diversas tecnologias que garantem integração entre os funcionários, mesmo os que não atuam dentro do estabelecimento.

Outra dica interessante para melhorar o clima organizacional e fomentar o relacionamento entre empresa e colaborador é adoção de reuniões periódicas. Esses encontros podem ser feitos utilizando as plataformas digitais que ganharam grande importância nesse período. Devem ser utilizadas para solucionar questões que envolvem trabalho em si, bem como para garantir momentos de descontração e conversa com a equipe. 

Adotando essas estratégias para melhorar o clima organizacional nas empresas nesse período de pandemia, seu negócio terá um retorno mais saudável quando tudo isso passar, além de se adequar ao “novo normal” que já está tomando conta de muitos setores da economia. 

Gostou deste artigo? Que tal deixar o seu comentário e opinião sobre o assunto? Conte-nos sobre como você está enxergando esse momento e as ações que pretende adotar em sua empresa. 

Sobre o autor

Eusebio Garcia

Deixar comentário.

Share This