Seguros

Cobertura seguro saúde completa e hospitalar: quais as diferenças?

Cobertura seguro saúde
Escrito por Eusebio Garcia

A cobertura do seguro saúde compreende um conjunto de direitos do beneficiário do plano ou seguro previstos pela lei 9656/98 — serviços, tratamentos, cirurgias, parto, procedimentos médicos e/ou odontológicos. 

A pluralidade de combinações entre rede referenciada, acomodação, graus de reembolso e tipos de atendimento (principalmente hospitalar e ambulatorial / hospitalar) possibilita achar as garantias de cobertura que melhor se encaixe no orçamento da empresa.

É necessário ter atenção ao tipo de cobertura que atenda às necessidades dos seus colaboradores, antes de contratar um seguro saúde. A divisão do plano de saúde é exatamente a composição de cada cobertura. Ela vai determinar a quais tipos de atendimento seus funcionários têm direito.

Você conhece as diferenças entre cobertura completa e/ou hospitalar? Neste post tiramos suas dúvidas. Confira!

Como funciona a cobertura completa e hospitalar?

A cobertura completa do seguro saúde compreende os atendimentos ambulatorial, hospitalar e obstetrícia, incluindo, ou não, assistência odontológica. Essa modalidade de plano de assistência à saúde é a mais completa e abrangente

A lei estabelece, obrigatoriamente, que a seguradora deve ter à disposição dos clientes esse plano, que assegura assistência nos segmentos Ambulatorial, Hospitalar e Hospitalar com obstetrícia.

Já a cobertura hospitalar garante a cobertura de internações hospitalares com diárias ilimitadas, inclusive UTI, além de custos relacionados à internação com enfermeiras, médicos, alimentação, exames complementares, transfusões, radioterapia, quimioterapia, sala cirúrgica, medicamentos anestésicos e materiais utilizados na internação.

Ele também engloba atendimentos de emergência e urgência que talvez possam evoluir para internação, incluindo a remoção do paciente para outro hospital. Lembrando que esse tipo de plano não cobre exames e consultas médicas fora do período de internação. Já as despesas de acompanhante de pacientes menores de 18 anos são pagas pelo plano.

A cobertura hospitalar é indicada a quem deseja ter a garantia da cobertura do grande risco. Procedimentos de alto custo como uma internação clinica ou cirurgia incluindo a UTI que o valor para este atendimento particular e excessivamente caro e pode comprometer financeiramente quem não possui esta cobertura. 

Todavia, esse plano não cobre gastos com tratamento pré-natal ou transplantes, à exceção de rim, córnea, autólogos e outros determinados no rol de procedimentos utilizado pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). Também não estão inclusas internação em clínica de emagrecimento ou de repouso e consultas domiciliares ou ambulatoriais.

As coberturas seguem o rol de procedimentos cobertos definida pela ANS . Rol de cobertura que toda seguradora seque.

Quais as maiores diferenças entre elas?

A cobertura completa do seguro saúde está sujeita a uma carência de 24 horas em qualquer situação de emergência e urgência. Em contrapartida, nos demais planos a carência de 24 horas se limita aos casos de complicação do processo gestacional e acidente pessoal.

Lembrando que a abrangência das coberturas significa também preço mais elevado. A cobertura completa do seguro saúde é a alternativa mais cara que há no mercado entre os planos de saúde.

O seguro saúde hospitalar tem um custo reduzido e representa uma ótima opção para que deseja reduzir o custo do plano de saúde atual. A vantagem do seguro hospitalar é que, além do menor preço, o associado tem acesso a tudo em relação à sua saúde. O custo do plano que dá cobertura hospitalar pode chegar a uma redução de até 40%, devido ao fato de cobrir apenas internação.

Por mais que o plano seja de segmentação hospitalar, caso o associado entre no hospital por qualquer motivo, em caráter de urgência e emergência, ele pode realizar consultas e exames. Essa é uma grande tranquilidade para o associado, perante ao caos que vive o atendimento público no Brasil.

Agora que você já sabe a diferença entre a cobertura seguro saúde completa e hospitalar, fica mais fácil escolher o melhor seguro para os funcionários da sua empresa. Com isso, eles poderão ter melhor qualidade de vida e, consequentemente, se tornarão mais produtivos.

Você compreendeu a diferença entre cobertura seguro saúde completa e hospitalar? Então, aproveite a sua visita em nosso blog e saiba também o que deve ser observado na contratação de um seguro e fique por dentro do assunto!

Powered by Rock Convert

Sobre o autor

Eusebio Garcia

Deixar comentário.

Share This