Mitigação de Riscos

Segurança pública no Brasil: como se proteger da violência?

como se proteger da violencia
Escrito por Eusebio Garcia

A segurança pública no Brasil é um caso sério a ser discutido. O Brasil é um dos primeiros colocados no ranking mundial da violência, perdendo em números absolutos apenas para países como a Venezuela, que se encontra em meio a sérios conflitos políticos.   

Desde assaltos e pequenos roubos, a crimes hediondos que chocam todo o país. A população está sempre exposta ao perigo que, infelizmente, às vezes se encontra até dentro de suas próprias casas. Isso evidencia falhas do combate ao crime no país. Mas por que tanta violência?  

Neste post, vamos explicar os problemas da segurança pública no Brasil e dar algumas dicas de como se proteger. Acompanhe!  

 

Entenda o caos da segurança pública no Brasil  

A segurança pública no Brasil é insuficiente e falha. Pesquisas apontam que as taxas de soluções de crimes não ultrapassam a 20% nos estados brasileiros.

O investimento em segurança é baixo e as policias militar e civil não estão adequadamente preparadas para lidar com a demanda de crimes que só aumenta.   

O Ministério Público falha em fiscalizar o trabalho da força policial, o que pode ser constatado nos números da violência. 

A taxa de latrocínios, por exemplo, cresceu cerca de 58% nos últimos anos, a letalidade da ação policial também apresenta altos índices e taxa de homicídios brasileira é 30 vezes maior que a da Europa.  

Os crimes financeiros também têm aumentado, principalmente os golpes pela internet, que têm feito muitas vítimas nos últimos anos. 

Quando a polícia tem êxito em seu trabalho de prender os criminosos, esbarra na ineficiência do poder judiciário, que falha no julgamento e prisão dos condenados.   

O sistema penitenciário brasileiro encontra-se em estado lastimável, com prisões superlotadas que funcionam mais como escolas para a criminalidade, já que muitas estão dominadas por facções criminosas. Isso demonstra a falta de competência também do poder executivo. Eles são responsáveis pela administração dos presídios, e em garantir a segurança da população.  

Diante de dados tão alarmantes, resta à sociedade estar cada vez mais alerta e preparada para lidar com a crescente onda de violência e a visível crise da segurança pública no Brasil.

Podemos colocar em prática algumas medidas que podem ser eficientes na prevenção da violência. Vamos conhecê-las?  

 

Conheça maneiras simples de aumentar sua segurança 

Algumas pequenas atitudes podem manter você mais seguro e menos vulnerável a alguns crimes. Veja quais são. 

 

Evite andar sozinho  

Os chamados crimes de oportunidade acontecem a todo o momento.

Uma pessoa sozinha distraidamente mexendo em um celular é um alvo fácil e atrai a ação de delinquentes, principalmente usuários de drogas. Dessa forma, procure andar sempre com alguém, principalmente à noite.  

 

Instale equipamentos de segurança  

Você pode optar por câmeras e porteiros eletrônicos — que inibem a ação de invasores, ou alarmes que podem alertar sobre o crime antes que seja tarde. As cercas elétricas também dificultam o acesso ao interior do imóvel, prevenindo roubos.  

 

Evite andar com objetos de valor  

Parece injusto não poder andar por aí levando o que é seu, mas é a realidade.

Celulares, alianças, relógios, notebooks, joias e outros devem ser ocultados ao máximo enquanto se caminha pelas ruas, evitando furtos ou roubos.   

 

Faça seguro dos seus bens  

Para alguns objetos como os celulares, que precisam estar sempre à mão, é importante a contratação de um seguro no momento da compra. Também é muito importante obter seguro residencial e automotivo para se proteger.  

 

Evite exposição nas redes sociais  

O impulso de compartilhar nossas rotinas e conquistas nas redes sociais é grande, mas devemos estar atentos e evitar a exposição a fim de não nos tornarmos alvos de golpes e outros crimes. Jamais compartilhe seus dados publicamente e evite compartilhar imagens do interior de sua residência.  

Sabemos que nossa segurança deveria ser provida pelo estado, garantindo nosso direito de ir e vir sem riscos. No entanto, esse não e o caso.

Estas atitudes citadas são importantes aliadas frente ao caos em que se encontra a segurança pública no Brasil.  

Gostou do nosso conteúdo? Agora que você já sabe como aumentar sua segurança, saiba também que medidas tomar caso sua residência seja roubada.  

Sobre o autor

Eusebio Garcia

Deixar comentário.

Share This