Gestão de Pessoas

Como medir o grau de felicidade dos funcionários da empresa?

felicidade dos funcionários
Escrito por Eusebio Garcia

Vamos falar sobre a felicidade dos funcionários? Afinal, os funcionários são o maior patrimônio da organização.

É importante que a empresa esteja sempre se autoavaliando criticamente, de forma a certificar-se de estar sempre buscando a melhor imagem, não só para seu público, mas também para a sua própria equipe de colaboradores.

Um dos mais importantes indicadores é o grau de felicidade dos funcionários. Descubra sua importância e como fazer a mensuração adequada desse indicador.

Importância em se medir o grau de felicidade dos funcionários

Em primeiro lugar, imagine-se trabalhando sempre infeliz. Pense nos dias ruins em que foi trabalhar e em como o seu dia rendeu. Quase nada, não é mesmo?

Funcionários infelizes com o ambiente de trabalho tenderão a estarem assim todos os dias. Isso é contraproducente e coloca em risco até mesmo os prazos do negócio. Por isso, é importante sempre se dedicar a melhorar o clima organizacional da empresa.

Também há a questão do turnover, ou seja, o índice de rotatividade de funcionários. Quanto menos trocas de colaboradores houver, maior estabilidade haverá e, com isso, conseguirá desenvolver melhor o trabalho. Isso é possível de ser conquistado por meio da gestão de satisfação dos funcionários.

Por fim, funcionários mais felizes fazem com que a imagem da sua empresa fique melhor perante o mercado. Lembre-se de que muitos dos seus trabalhadores poderão propagar a marca, fortalecendo a percepção sobre ela entre pessoas externas.

Ferramentas para mensuração

Para medir o grau de felicidade dos colaboradores, é possível utilizar diversas ferramentas. Cada vez mais as empresas de RH se debruçam para encontrar soluções inteligentes que permitam facilitar esse tipo de mensuração.

Hoje, há diversos aplicativos feitos para o ambiente empresarial que têm o foco de permitir essa avaliação. Por exemplo, o Tiny Pulse permite que os gestores façam avaliações semanais para saber se há demandas a serem levadas aos superiores deles.

O uso de redes sociais empresariais também ajudam a mensurar, por meio das interações entre os atores envolvidos, se há algum clima de insatisfação no ar.

Questionários online, feitos de forma anônima e divulgada para os funcionários, também permitem avaliar o grau de satisfação e pedir soluções para o que causa insatisfação.

Existem ferramentas destinadas exclusivamente a isso, como o iOpener. A pessoa responde às perguntas e, no final, o site informa qual a pontuação que o profissional atingiu.

Por fim, pode-se, até mesmo, contratar uma empresa especializada em gestão de clima organizacional para que ela avalie e aponte, por meio de relatórios, quais os pontos críticos e possíveis mudanças que podem ser realizadas.

Exemplos de atitudes para melhorar a felicidade dos seus funcionários

Ok, avaliou-se que a maioria dos funcionários estão infelizes. Como mudar esse cenário?

  • Verifique o que de fato está causando insatisfação. Ouvir os funcionários é essencial para que você veja quais os principais pontos a começar a serem abordados;
  • tenha atenção com flexibilização. Trabalhos extremamente rígidos tendem a deixar as pessoas mais infelizes;
  • conceda benefícios atraentes para seus funcionários, tais como plano de saúde, vale alimentação, vale transporte etc.
  • faça eventos corporativos que ajudem a entrosar mais gestores e funcionários, a fim de que possam se aproximar mais;
  • não tenha medo de admitir que errou, caso alguma decisão tenha potencializado a insatisfação de seus colaboradores.

Não é difícil tornar seus profissionais mais satisfeitos e felizes, não é mesmo? Então é hora de começar a ouvi-los!

Quer receber mais dicas de como melhorar a gestão do seu negócio e sobre como medir o grau de felicidade dos funcionários? Assine nossa newsletter e receba todas as informações por e-mail!

Sobre o autor

Eusebio Garcia

Deixar comentário.

Share This