Mitigação de Riscos

Como garantir um bom futuro financeiro para a família? Entenda!

futuro financeiro
Escrito por Eusebio Garcia

Como garantir um bom futuro financeiro para a família?
Saiba o que fazer para não passar apuros com suas finanças.

Sem dúvidas, o planejamento é muito importante em vários aspectos da nossa vida, e na parte financeira, essa realidade não é diferente. Sendo assim, a definição de estratégias que visam garantir um bom futuro financeiro é muito importante.

Essas medidas, somadas, garantirão segurança e tranquilidade para toda sua família.

A prática se torna ainda mais relevante quando chegamos à idade adulta. A partir do momento em que uma pessoa resolve ter filhos, as responsabilidades aumentam e a preocupação com o futuro da família também. No entanto, todas essas questões podem ser resolvidas sem conflitos ou maiores dores de cabeça.

Está interessado em saber mais sobre o tema? Neste post, abordaremos a importância da realização do planejamento financeiro e forneceremos dicas que ajudarão você a garantir um bom futuro para a sua família. Vamos lá?

Qual é a importância do planejamento financeiro?

Não restam dúvidas de que o planejamento financeiro das famílias é indispensável. Isso porque, a falta dele pode levar as pessoas ao endividamento e ainda impedir a realização de sonhos, como fazer uma viagem internacional, adquirir a casa própria, abrir o próprio negócio, entre outros.

Além disso, essa prática ajudará você a compreender a realidade financeira da família; será mais fácil conhecer a renda e todos os gastos frequentes do mês. Podemos afirmar, portanto, que o planejamento financeiro está ligado ao equilíbrio e a responsabilidade.

O excesso de compras realizadas a prazo, a ausência de metas e reservas de emergência podem arruinar as finanças. Além disso, os seguros são muito importantes para garantir a proteção financeira das famílias.

Como garantir um bom futuro financeiro para a família?

Evite deixar dívidas

Primeiramente, é importante destacar que a herança não é feita somente de bens, mas, também, de dívidas. Por isso, caso tenha algum débito pendente, procure quitá-lo o mais rápido possível. 

Se tiver planos de deixar uma herança, elimine as dívidas o quanto antes. Em algumas situações, dependendo do tamanho da despesa, pode ser que o valor do débito seja maior do que a soma dos seus bens e, com isso, todos acabem com mais uma dívida.

Crie um testamento

Trata-se de uma das melhores maneiras de evitar conflitos no momento de entregar herança. Com um testamento — documento que oficializa as suas vontades a serem cumpridas depois da morte —, é possível assegurar que os bens cheguem para as pessoas certas, mesmo sem a sua presença.

Caso queira tirar esse documento, será necessário contar com um advogado. Ele informará sobre o limite dos bens que podem ser distribuídos, como funciona o processo de inventário e como evitar erros no momento da entrega. Além disso, ele trabalhará com a intenção de validar o documento e registrá-lo em sigilo no cartório.

Faça investimentos seguros e rentáveis

Procure fazer uma reserva e realizar investimentos financeiros seguros e rentáveis. Existem várias aplicações financeiras que são seguras e apresentam rentabilidades superiores à da poupança. Entre os exemplos, estão o CDB (Certificado de Depósito Bancário) e os títulos públicos. Eles farão que as suas economias rendam bastante e, com isso, você conseguirá deixar um ótimo patrimônio.

O planejamento visando o futuro (seja ele a curto, médio ou longo prazo) é fundamental. A parte financeira é um dos aspectos que mais ajudarão a garantir um bom futuro para as pessoas queridas. Por isso, vale a pena investir o quanto antes. Quanto mais jovem você iniciar, mais rápido o dinheiro estará trabalhando para você. Esta é a mágica dos juros compostos.

Tenha um corretor de seguros para mitigar riscos

Os seguros servem exatamente para você se prevenir de imprevistos e incertezas da vida.

Estamos expostos a diversos riscos, desde um simples roubo de carro, o incêndio da casa ou até mesmo um acidente ou assalto que deixe sequelas como uma invalidez permanente.

O que você faria se ficasse inválido hoje? Quem iria garantir sua subsistência? Ou até mesmo uma internação ou cirurgia hospitalar? Quem pagaria um bom hospital para salvar sua vida? Em caso de morte como ficariam seus filhos, cônjuge ou pais idosos que dependem de você? E sua casa pegando fogo com todos seus pertences dentro?

Todos estes imprevistos acontecem a casa segundo, todos os dias. Como você reporia estas perdas e manteria financeiramente seus dependentes? Os prejuízo financeiro por não ter a garantia de um seguro é muito maior e pode impactar sua vida a longo prazo. Não coloque suas reservas em jogo. Pense nisso!

Gostou das dicas sobre como garantir um futuro financeiro para a família? Assine a nossa newsletter e receba mais conteúdos sobre finanças pessoais em primeira mão no seu e-mail.

Sobre o autor

Eusebio Garcia

Deixar comentário.

Share This