Gestão de Pessoas

4 indicadores de RH para entender o cenário atual da sua empresa

indicadores de rh
Escrito por Eusebio Garcia

Por décadas, a gestão de pessoas foi considerada um conhecimento das ciências humanas, sem a utilização de números ou fórmulas para medir a eficiência dos funcionários. Porém, com o desenvolvimento da tecnologia, foi possível criar indicadores de RH que dão um panorama mais completo e auxiliam nos resultados da empresa.

Nessa nova realidade do mercado, o profissional de RH precisa atuar de forma estratégica. Tomar as suas decisões com base em dados e informações. As análises internas garantem percepções de como está o ambiente e quais mudanças devem ser realizadas. Isso permite melhorar o rendimento dos colaboradores.

Quer conhecer 4 dos principais indicadores e saber como aplicá-los na sua rotina? Continue a leitura!

1. Turnover

Essa é uma das taxas principais para entender se a sua empresa tem sucesso na retenção dos talentos. O turnover, também conhecido como índice de rotatividade, aponta o percentual de empregados que entraram e saíram no último mês. 

Para fazer o cálculo, é necessário somar as admissões e demissões e dividir por dois. O resultado é novamente dividido, dessa vez pelo número total de funcionários no último dia do mês anterior. Esse número multiplicado por 100 indica o percentual de turnover. Números acima de 5% merecem ações instantâneas.

Para manter esse índice baixo, o ideal é promover uma política de benefícios sólida. Invista no desenvolvimento dos colaboradores e prestar atenção na satisfação dos funcionários. Quanto mais motivados, menor a chance de procurarem outro emprego.

Investir em capital humano sempre foi um grande trunfo das empresas modernas e de sucesso.

2. ROI em treinamentos

Uma das formas de melhorar a produtividade dos funcionários é investir em treinamento e capacitação. O ROI em treinamentos mede os retornos financeiros que essa prática traz para a empresa. Ou seja: você pode avaliar se gastar esse dinheiro significa realmente vantagens para a empresa.

Esse retorno pode ocorrer de diversas formas: diminuição no número de falhas e acidentes, menos prejuízos financeiros e uso mais eficiente das finanças. Se o valor investido for menor, isso significa que o ROI é positivo. Vale acrescentar que esses treinamentos também motivam a permanência dos funcionários, o que impacta no turnover.

3. Absenteísmo

Você percebe que, onde você trabalha, os colaboradores faltam ou se atrasam com frequência? A taxa de absenteísmo é um dos indicadores de RH que o gestor deve acompanhar de perto. Essas ausências excessivas podem estar ligadas a:

  • problemas no ambiente (Clima)
  • condições de trabalho
  • saúde debilitada
  • dificuldades financeiras.
  • condições psíquicas

Para analisar esses números, deve-se procurar as causas dessas faltas.

Aquelas não planejadas têm um peso menor do que as mais frequentes. Para contornar esse problema, é preciso definir se o absenteísmo tem a ver com pessoas específicas ou é geral, assim, promover ações para engajar os funcionários.

4. Clima organizacional

O clima organizacional pode ser descoberto por meio de uma pesquisa com os funcionários. Esta pequisa envolve menos números e mais insights sobre as condições de trabalho. Pergunte sobre o relacionamento com os colegas, gestores e opiniões sobre o salário e os benefícios.

Uma pesquisa 360º colabora muito com esta analise e é fundamental adota-la. 

Com essas informações, o RH é capaz de mensurar a satisfação dos colaboradores. Com resultados negativos, propor mudanças em direção para elevar a motivação. Para evitar constrangimentos, é possível captar essas respostas de forma anônima.

Com a utilização dos indicadores de RH, todas as áreas da empresa podem criar metas para mensurá-las constantemente. O principal objetivo desses números é entender se o trabalho é feito da forma correta e encontrar os pontos fracos, portanto, o RH se torna estratégico e consegue visualizar o que deve ser melhorado.

E aí, gostou desse conteúdo? Para aprofundar os seus conhecimentos sobre a área de gestão de pessoas, conheça os principais desafios de um profissional de RH!

Sobre o autor

Eusebio Garcia

Deixar comentário.

Share This