Mitigação de Riscos

 5 ótimas formas de melhorar de vez a ergonomia no trabalho

ergonomia
Escrito por Eusebio Garcia

Um dos fatores que podem influenciar negativamente o desempenho de um trabalhador são as condições de seu ambiente de trabalho.

Por esse motivo, as organizações devem estar atentas e procurar sempre melhorar a ergonomia em suas instalações.

Para ter um ambiente propício a uma produtividade elevada, é preciso primar pela segurança, saúde e bem-estar das equipes de trabalho, fornecendo uma estrutura sólida que proporcione uma alta qualidade de vida no trabalho.

Neste artigo, vamos conhecer algumas formas de garantir boas condições ergonômicas nas organizações. Acompanhe!

O que é ergonomia no ambiente de trabalho?

A ergonomia é uma ciência multidisciplinar que visa estudar a interação entre os seguintes três elementos que caracterizam um sistema de trabalho:

  • homem;
  • equipamentos;
  • ambiente.

Para avaliar a qualidade e complexidade das relações entre os três elementos mencionados, a ergonomia faz uso dos conhecimentos provenientes de várias disciplinas, incluindo, por exemplo:

  • biomecânica,
  • engenharia,
  • desenho industrial,
  • fisiologia,
  • psicologia e,
  • antropometria.

A abordagem multidisciplinar permite a construção de um sistema de trabalho com boa adaptabilidade e usabilidade.

São questões que vão desde temperaturas e ruídos, até os riscos associados à movimentação manual de cargas, movimentos repetidos e uso de computadores no trabalho.

Quais os benefícios de um ambiente ergonomicamente correto?

Problemas relacionados à ergonomia podem afetar todos os setores de uma empresa, desde a produção, atendimento ao cliente, funções administrativas e gestão.

Dar a essas questões a devida importância é crucial para os resultados da empresa, pois com alta qualidade de vida no trabalho é possível obter mais produtividade.

Um ambiente ergonomicamente adequado colabora inclusive com a redução da sinistralidade do contrato de assistência médica da empresa. Este é um tema que preocupa muitas empresas devido aos reajustes elevados por falta de gestão.

Outro grande benefício de uma boa estrutura ergonômica é a economia relacionada aos gastos com planos de saúde, assim como a redução do absenteísmo por questões de doenças.

Os acidentes de trabalho e doenças ocupacionais também são evitados, reduzindo o risco de passivos trabalhistas.

Além do mais, manter um ambiente ergonomicamente correto é importante para que a empresa esteja de acordo com a lei. A Norma Reguladora n° 17, de 1978, dita os parâmetros aos quais a empresa deve se adequar para não expor seus colaboradores a riscos ergonômicos.

Como melhorar a ergonomia nas empresas?

A seguir, veremos algumas dicas fundamentais que você pode seguir para melhorar a ergonomia na sua empresa.

1. Fazer um planejamento

Todo ambiente de trabalho, como iluminação, cadeiras, altura das mesas e de equipamentos, isolamento etc., devem ser pensados em virtude das atividades que serão desenvolvidas. Assim, os profissionais vão trabalhar com segurança, sem danos a saúde e possam se concentrar em suas atividades facilmente.

2. Conscientizar os colaboradores

Além de planejar o ambiente para que todos possam executar suas funções confortavelmente, é preciso educar os funcionários para que eles o utilizem de maneira adequada.

A postura ao sentar, por exemplo, é muito importante para evitar problemas de coluna.

3. Promover ginástica laboral

Separar alguns minutos para alongamento e ginástica antes do trabalho é uma boa medida para impedir o surgimento de distúrbios e doenças como a LER (Lesão por Esforço Repetitivo) ou trombose.

Um colaborador pode ser o responsável por conduzir o exercício, que também surte efeito positivo na disposição da equipe para o trabalho.

4. Ajustar o ambiente

Um ambiente ergonomicamente adequado vai além de móveis e equipamentos.

É preciso ficar atento a mudanças que possam ser necessárias para que a saúde psicológica dos trabalhadores não seja afetada.

Um bom exemplo é em relação aos ruídos, comuns em linhas de produção. Eles dificultam a concentração e podem provocar estresse e causar a perda da audição.

5. Promover pausas no meio da rotina.

Nunca é bom realizar a mesma tarefa ao longo de muitas horas.

Para evitar problemas nas costas e articulações, como consequência de ficar muito tempo na mesma posição, crie pausas curtas estratégicas em meio às rotinas de trabalho, principalmente para quem trabalha sentado em frente ao computador.

Por meio de medidas simples, pensadas e planejadas tendo o bem-estar do trabalhador como foco, é possível melhorar a ergonomia no ambiente da sua empresa.

Assim seus colaboradores trabalharão em um ambiente confortável, com saúde, segurança e qualidade de vida. Isso certamente terá um impacto positivo nos resultados da empresa.

Gostou do conteúdo? Que tal ajudar mais pessoas a melhorar a ergonomia no trabalho? Compartilhe este artigo em suas redes sociais!

Nos somos a Alliate, uma consultoria de benefícios que atua com seguros pessoais e seguros patrimoniais. Uma empresa com propósito de cuidar do que é importante para você.

Sobre o autor

Eusebio Garcia

Deixar comentário.

Share This