Seguros

Rastreador de veículos: como funciona e como ele beneficia o seguro?

Rastreador de veículos
Escrito por Eusebio Garcia

Vivemos dias de instabilidade e insegurança. Assim, qualquer tecnologia capaz de minimizar riscos de perdas do nosso patrimônio e nos trazer tranquilidade é muito bem-vinda.

O rastreador de veículos é uma tecnologia muito útil nesse sentido. Por meio dele, fica bem mais fácil encontrar o automóvel em caso de roubo ou furto.

Contratar um serviço de rastreamento juntamente com sua apólice de seguros é, certamente, uma boa opção. Além de aumentar sua proteção, ele também pode reduzir o valor das parcelas e auxiliar as autoridades na busca por veículos roubados.

Vamos entender a seguir, como funciona o rastreamento e porque contratá-lo junto à sua seguradora.

Como funciona o rastreador de veículos?

Existem duas formas de rastreamento e cada uma delas deve ser escolhida de acordo com o perfil do motorista.

  • Satélite: nesse casso o dispositivo usa os satélites espalhados ao redor do mundo para a localização, podendo encontrar seu veículo mesmo em partes mais remotas do planeta. No entanto, esse é um sistema limitado por barreiras físicas, e pode não funcionar em interior de túneis e garagens.
     
  • Radiofrequência: esse sistema utiliza as antenas de telefonia móvel para encontrar o veículo e não é limitado por barreiras físicas. Seu carro poderá ser encontrado em qualquer lugar desde que haja cobertura de alguma empresa de telefonia na área.

Quais vantagens o rastreador de veículos proporciona?

Quando um automóvel desaparece, todo o processo de busca pode ser bem demorado e há uma grande possibilidade de que ele nem seja encontrado. Muitas vezes, quando encontrados, já estão completamente destruídos.

O rastreador ajuda a localizar o veículo rapidamente, reduzindo as chances de que ele seja desmanchado. Sendo assim, o dispositivo também pode ser um fator redutor de risco para as seguradoras.

Como o rastreador de veículos afeta o valor do seu seguro?

O rastreamento aumenta, e muito, as chances do seu veículo ser encontrado. Sendo assim, esse dispositivo ajuda a reduzir consideravelmente as possibilidades de que a seguradora precise arcar com uma indenização por perda total. Ao contratar o serviço, junto com o seguro, essa redução de riscos será considerada e, consequentemente, haverá uma queda no valor da apólice.

Em alguns casos, a instalação do rastreador pode ser obrigatória. Isso geralmente acontece com veículos que possuem maior risco de serem roubados e, nesse caso, a seguradora que condiciona a cobertura ao uso do rastreador, deve arcar com todos os custos da instalação do dispositivo.

Geralmente o aparelho é concedido ao segurado em comodato, um tipo de empréstimo, sem ônus para o cliente. O condicionamento da cobertura à instalação do rastreador deve ser prevista em contrato e, portanto, informada ao segurado antes da assinatura do documento.

Já sabemos como é importante ter uma boa apólice que proteja seu veículo em caso de acidentes, roubos, incêndios, etc. O uso do rastreador aliado a uma boa apólice de seguro certamente aumentará sua segurança e tranquilidade no dia a dia.

Esperamos tê-lo ajudado a entender o que é o sistema rastreador de veículos. Caso tenha alguma dúvida, deixe seu comentário e teremos prazer em esclarecê-la!

Sobre o autor

Eusebio Garcia

Deixar comentário.

Share This