Mitigação de Riscos

Saúde preventiva nas empresas: Por que é tão importante e gera economia?

saúde preventiva nas empresas
Escrito por Eusebio Garcia

Saúde preventiva nas empresas tem sido tema nas principais organizações e ela é considerada prioridade nas organizações de sucesso.

Empreendedores que se preocupam com o bem-estar dos seus colaboradores e estão em busca de uma equipe cada vez mais engajada e produtiva, devem considerar a adoção de um sistema de saúde preventiva em seu negócio.

Estimular os cuidados diários com o corpo e a mente pode garantir a diminuição do turnover e dos custos da empresa, prevenindo as doenças ocupacionais por meio de ações que antecipam esses problemas.

Se você quer saber mais sobre como evitar problemas com a saúde dos funcionários e como essas ações podem elevar os resultados da sua empresa, confira nosso artigo!

O que é um sistema de saúde preventiva nas empresas?

Já podemos adiantar que a medicina preventiva, no âmbito corporativo, não diz respeito apenas à oferta de um plano de saúde aos trabalhadores, mas também à adoção de medidas que promovam o bem-estar, a qualidade de vida e que incentivem os colaboradores a cultivarem hábitos saudáveis, além da realização de exames regularmente.

Esse trabalho é composto por quatro etapas de prevenção:

  • primária: principal foco da medicina preventiva, que atua com o objetivo de impedir que as doenças se instalem, com ações como ginástica laboral, campanhas de vacinação, entre outras;
  • secundária: a etapa secundária tem o intuito de diagnosticar e tratar doenças em estágio inicial, evitando sua evolução e minimizando os ricos à saúde;
  • terciária: com foco nas doenças já instaladas, minimiza danos ainda maiores à saúde do indivíduo;
  • quaternária: adoção de métodos que possam evitar ou diminuir os efeitos causados pelo excesso de intervenções médicas ou, ainda, procedimentos aos quais o funcionário foi submetido sem necessidade.

Como o próprio nome sugere, um sistema de saúde preventiva é um conjunto de ações que atuam na prevenção, no diagnóstico e na diminuição do impacto das doenças ocupacionais em um colaborador.

Por que sua aplicação é importante nas empresas?

Uma gestão eficiente deve entender os funcionários como o patrimônio mais valioso de uma empresa, portanto, estimular os cuidados com a saúde desses indivíduos é fundamental para que a organização mantenha uma equipe com um alto nível de desempenho.

As consequências são positivas para o negócio e para os próprios colaboradores. De um lado, o empresário que trabalha com a prevenção das doenças ocupacionais garante a diminuição nos custos da empresa e melhora a reputação da marca, que passa a ser vista como uma boa empregadora.

Por outro, os trabalhadores se sentem acolhidos, mais seguros em desempenhar as suas funções, menos estressados e, consequentemente, mais motivados, elevando os índices de produtividade.

Como aplicar a saúde preventiva nas empresas?

O sistema de saúde preventiva pode ser aplicado em três etapas. Conheça cada uma delas:

1. Fazer o levantamento do perfil epidemiológico

O primeiro passo pode ser realizado por meio da aplicação de um questionário, em que seja possível reunir as informações necessárias sobre a saúde dos trabalhadores.

2. Estudar a demanda e planejar as estratégias

Para que as estratégias sejam bem direcionadas, é preciso estudar o resultado obtido na construção do perfil epidemiológico. Assim, compreender qual a real necessidade da empresa.

Hoje, o mercado já dispõe de ferramentas eficientes para:

  • gerenciamento de estresse,
  • promoção da reeducação alimentar
  • combate à lesão por esforço repetitivo

Entre outras doenças ocupacionais comuns da indústria e do comércio.

3. Colocar o planejamento em prática vai ajudar muito difundir a saúde preventiva nas empresas

Com o diagnóstico pronto e as estratégias planejadas, chegou a hora de colocar as atividades em prática.

É importante que a empresa apresente e explique cada ação aos colaboradores. É importante deixar as equipes informadas sobre o posicionamento e a preocupação da organização em relação a sua saúde e bem-estar.

Atividades já mencionadas, como:

  • ginástica laboral,
  • campanhas de vacinação,
  • treinamentos para gerenciar o estresse,
  • programas de reeducação alimentar,
  • incentivo ao exercício físico

Estas e demais práticas melhoram a qualidade de vida, diminuem o absenteísmo e ajudam na socialização entre os funcionários.

A adoção do sistema de saúde preventiva nas empresas promove mudanças significativas. É um compromisso com a saúde do seu maior investimento: seus colaboradores! 

Esta ação colabora com os resultados e gerenciamento de risco do contrato de assistência médica evitando reajustes elevados. Para a gestão do contrato de saúde dos colaboradores vale conhecer todas as ações que uma consultoria especializada pode oferecer. 

Estas ações podem ser adotadas por todos os portes de empresas, inclusive as micros e PMEs. 

Continue aprendendo mais a respeito do bem-estar dos funcionários de sua empresa, leia nosso artigo sobre a importância do plano de saúde e tenha uma equipe cada vez mais engajada. Boa leitura!

Sobre o autor

Eusebio Garcia

Deixar comentário.

Share This