Seguros

Seguro para embarcações: qual a importância e como contratar?

Escrito por Eusebio Garcia

Comprar uma embarcação é um grande investimento, não é mesmo? Ter a cobertura do seguro para embarcações, também conhecido como seguro náutico é fundamental.

Afinal, seja para o seu lazer ou para empreender e ganhar dinheiro com isso, é um valor considerável e, portanto, é importante você proteger o seu patrimônio.

Imagine a seguinte situação: você tomou todos os cuidados necessários, porém, durante uma manobra para tirar a sua lancha da água, ocorreu algum tipo de dano. Péssimo, não é mesmo? Os prejuízos podem ser altos e estragar a diversão do final de semana.

O seguro para embarcações, assim, tem papel importante para garantir a proteção da sua embarcação e evitar grandes prejuízos para você. Vamos falar mais sobre o tema neste artigo. Boa leitura!

Qual a importância do seguro de embarcações?

O seguro de embarcações tem um mecanismo semelhante ao do seguro automotivo, ou seja, seu objetivo é oferecer a assistência necessária em caso de problemas, garantindo ressarcimento de prejuízos em caso de acidentes ou possíveis furtos e roubos.

Com isso, você consegue navegar com maior tranquilidade, sabendo que, em eventuais problemas que possam surgir, você terá todo o suporte da corretora para a resolução da questão. Além disso, evita que você tenha prejuízos nesse tipo de ação, já que, em alguns casos, pode ocorrer perda total da embarcação. Por meio do seguro você consegue ter uma indenização que pode auxiliar na compra de um novo item.

É importante ter consciência de que o seguro costuma ter o gasto anual de 2% a 4% do valor, bem como verificar se há limite no valor de pagamento da indenização, para evitar surpresas desagradáveis.

Quais os principais tipos de seguro de embarcações?

Confira alguns dos principais tipos de seguro de embarcações a seguir:

  • lancha;
  • ski;
  • iates;
  • veleiros;
  • embarcações para transporte de passageiros.

O que o seguro de embarcações cobre?

É importante observar o que o seguro de embarcações cobre, tanto em suas coberturas básicas quanto nas adicionais. Vamos mostrar as principais a seguir:

  • roubo e furto qualificado (ou seja, quando ele ocorre mediante violência, como arrombamentos);
  • naufrágio;
  • queda de raio;
  • colisão com obstáculos fixos;
  • abalroação (colisões com outras embarcações);
  • incêndio;
  • perda total;
  • danos durante procedimento de colocação e retirada da água.

É possível ter, também, coberturas adicionais que podem ser muito úteis para suas rotinas, como a remoção de destroços. Esse tipo de serviço, sem a cobertura do seguro, pode custar de R$ 20 a 40 mil reais. Além dele, você pode contratar, por exemplo, seguro de cobertura para mastro e velas, e também transporte terrestre.

Esse último é fundamental, por exemplo, para prevenir danos entre o transporte para o local de destino, caso a embarcação não fique na marina.

Como contratar um seguro de embarcações?

Ficou interessado? O seguro de embarcações é comercializado por corretoras de seguro.

É preciso avaliar o valor da embarcação, para que seja definido, assim, qual será o valor máximo da apólice. Isso determinará os valores a serem cobrados anualmente, bem como o valor da franquia.

A corretora precisa de informações como a idade da embarcação, vistorias realizadas, se ela é utilizada para lazer ou para trabalho, entre outros. Por isso, é importante passar estas informações para analise de aceitação do seguro por parte da seguradora.

Para isso, é fundamental ter ao seu lado uma corretora de seguros experiente, capaz de prestar o atendimento em caso de sinistro com a sua embarcações. Para isso, conte com a Alliate. Temos as melhores soluções para você. Entre em contato e saiba mais sobre nossos seguros.

Sobre o autor

Eusebio Garcia

Deixar comentário.

Share This